Sílvio Mendes diz a educação tem as maiores obras

com a participação de vereadores e populares, o prefeito fez a leitura da mensagem anual, em forma de balanço das ações executadas pela Prefeitura

Foi em clima de prestação de contas, das ações relativas ao ano passado, que a Câmara Municipal de Teresina abriu os trabalhos deste ano. A sessão contou com a participação de vereadores, populares e do prefeito Sílvio Mendes, que fez a leitura da mensagem anual, em forma de balanço das ações executadas pela Prefeitura e Câmara de Vereadores durante o ano de 2009 e o que está previsto para esse ano.

Agradecendo o apoio que a Prefeitura recebeu dos vereadores na aprovação de projetos importantes para Teresina, o prefeito argumentou que 2009 foi um ano atípico, motivado por recessões econômicas que fizeram com que houvesse a necessidade de tomar medidas amargas na gestão financeira. ?Queríamos ter feito muito mais, mas fizemos aquilo que pode ser feito sem causar prejuízos na qualidade dos serviços. Trabalhamos no limite máximo da capacidade?, explicou.

De acordo com o gestor, a crise econômica enfrentada em âmbito mundial fez com que as receitas da Prefeitura chegassem a pouco mais de R$ 1.080 bilhão. O montante arrecadado foi inferior ao previsto, que era de R$1.088 bilhão. Ainda assim, os investimentos somaram R$150,1 milhões, sendo R$90,6 milhões com recursos próprios, o que corresponde a 13,5% das receitas. ?Iniciamos 2010 com um saldo financeiro de aproximadamente R$25 milhões, de forma que, até março, liquidaremos todos os precatórios do municípios?, completou.

Durante seu discurso, Mendes aproveitou para fazer um balanço das ações executadas pela gestão municipal em todas as áreas. ?Mas é na área da educação que temos as maiores obras?, frisa, acrescentando que as expectativas para 2010 é de melhora de cenário. ?Em 2010 esperamos um cenário melhor, de não redução de receitas. Porque em 2009, tivemos uma redução de mais de R$8 milhões?, pontua.(M.M)

Fonte: Mayara Martins