Sindicatos vinculados à CUT e ao PT criam rede de comunicação

O projeto, planejado desde a década de 1980, é voltado "para quem não está satisfeito com o que encontra na mídia comercial"

Sindicatos ligados à CUT (Central Única dos Trabalhadores) e ao PT fortaleceram nos últimos meses uma espécie de rede de comunicação que dispõe de emissoras de TV, rádios, revistas, jornais e sites de notícias.


Sindicatos vinculados ao PT criam rede de comunicação

O projeto, planejado desde a década de 1980, é voltado "para quem não está satisfeito com o que encontra na mídia comercial", como dizem seus organizadores no site da Rede Brasil Atual.

A rede busca ir além do tradicional jornalismo sindical, produzindo conteúdo para o público em geral. A operação tem custo estimado de R$ 800 mil mensais e inclui um corpo de 170 jornalistas.

Na semana passada, o ex-presidente Lula mencionou a expansão da emissora, em entrevista à TVT (TV do Trabalhador, que integra a rede).

"A TVT, se Deus quiser, vai evoluir muito", disse Lula. "Deixa sair a antena da Paulista para comemorarmos." Em 2013, uma antena geradora na avenida Paulista permitirá ao canal ser sintonizado na Grande São Paulo.

No mesmo evento, Lula negou-se a falar sobre a operação da Polícia Federal que indiciou Rosemary Noronha, ex-chefe do gabinete da Presidência em São Paulo, nomeada por ele em 2005.


Sindicatos vinculados ao PT criam rede de comunicação

Em agosto deste ano, a Fundação Sociedade, Comunicação, Cultura e Trabalho, que tem como principais sócios o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e o Sindicato dos Bancários de São Paulo, levou ao ar a Rádio Brasil Atual, que tem três repetidoras.

Em seu blog, o ex-ministro José Dirceu classificou a abertura das emissoras como um "grande salto".

As concessões para FM nas cidades de Mogi das Cruzes (Grande SP), Bertioga (litoral paulista) e Pirangi (interior do Estado) foram dadas em 2009, com empenho pessoal do então presidente Lula. O primeiro pedido de concessão de uma emissora foi feito em 1987, também por meio de Lula, na época deputado.

"Com a CUT temos uma parceria muito sólida de troca de conteúdos. Nem PT nem nenhum outro partido tem qualquer envolvimento com o projeto", afirma o diretor de comunicação do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e presidente da fundação, Valter Sanches.

Em 2010, a fundação começou a operar a TVT, que conta com uma retransmissora UHF em Mogi das Cruzes. Outra está sendo implantada em São Caetano do Sul. O investimento para a criação do canal foi de R$ 15 milhões.

No site da TVT, estão disponíveis mais de 4.500 vídeos. Os sindicatos já informaram que o objetivo é fazer uma "grande rede nacional".

Outro braço da rede é o site Rede Brasil Atual, que diz contar com 330 mil visitantes mensais. A página produz textos que abastecem sites e blogs alinhados ao PT.

No mesmo prédio da TVT, em São Bernardo do Campo, é produzido o site e jornal "ABCD Maior". Além disso, desde 2006 circula a publicação mensal "Revista do Brasil", com tiragem declarada de 360 mil exemplares.

Fonte: Folha