Sistema de irrigação incrementa produção em hortas e campos de THE

Nosso objetivo é proporcionar melhores condições de trabalho


Seu Cícero Basílio, ao longo dos seus 53 anos, dedica os últimos 13 ao cultivo de cebolinha, coentro e alface na horta do Parque Ideal, localizada na zona Sudeste de Teresina. O sol quente da capital costuma castigar os canteiros, principalmente nos últimos meses do ano. Mas, desde que a Prefeitura instalou o sistema de irrigação na horta, o sol deixou de afetar negativamente a produção e as condições de trabalho são bem melhores.


Image title

Agora, a terra fica úmida o dia todo. "Nós ligamos a irrigação sempre na parte da manhã de um lado e na parte da tarde levamos para o outro lado da horta. Assim, com a terra sempre molhada, não tem perda na produção", explica seu Francisco Soares de Vasconcelos, o seu Chiquinho. A novidade vem animando os produtores.

A Prefeitura de Teresina já instalou sistemas de irrigação nas hortas da Tabuleta, Parque Ideal, Vila São Francisco Norte e do Buenos Aires. O investimento faz parte do Programa de Revitalização de todas as 45 hortas e dos 12 campos agrícolas do município. Ao todo, serão aplicados R$ 4 milhões, recursos oriundos de convênios com o Ministério do Desenvolvimento Social e com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

“Nosso objetivo é proporcionar melhores condições de trabalho e produtividade aos horticultores, que geram sua renda a partir da comercialização do que cultivam”, afirma o superintendente de Desenvolvimento Rural (SDR), Paulo Lopes.

Ele explica que, com a implantação dos sistemas de irrigação, os horticultores terão melhores condições de trabalho e podem aumentar ainda mais a qualidade dos produtos. “Eles deixarão de usar os regadores para fazer a irrigação de forma manual e terão mais tempo para cuidar da produção propriamente dita”, explica o gestor.

Investimento melhora condições de trabalho

O produtor Elisvane Soares dos Santos comenta a facilidade proporcionada pelo sistema. "Agora não precisamos passar o dia todo aguando com os regadores, debaixo do sol. Facilitou demais. Agora diminuiu o tempo que a gente usa pra irrigar", destaca.

Além do sistema de irrigação, o Programa de Revitalização das Hortas contempla a instalação e recuperação de cercas, distribuição de ferramentas e a realização de cursos de capacitação para os horticultores. “Cerca de duas mil famílias são beneficiadas, movimentando uma economia superior a R$ 10 milhões por ano”, destaca Paulo Lopes.

Seu Chiquinho, que há 15 anos dedica sua vida ao cultivo das hortaliças, criou as quatro filhas com a renda conseguida a partir da venda de sua produção. "Tudo que eu produzo tem um destino certo. Sempre vendemos aqui para o pessoal que revende nos mercados. Desde o fim do ano, quando instalaram a irrigação, não tive mais perdas. A água é puxada do poço e irriga todos os canteiros. Se precisa, na parte da tarde quando está muito quente, a gente só complementa com o regador. Essa irrigação melhorou muito a nossa vida aqui", comenta.


Fonte: Com informações da PMT