Suíça envia ao Brasil dados de conta secreta atribuída a Cunha

Ele é alvo de um inquérito aberto pelo Ministério Público suíço

Image title


Autoridades da Suíça enviaram para o Brasil dados de uma conta secreta atribuída ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O volume de recursos -que está sendo mantido em sigilo- foi bloqueado pelas autoridades suíças.

O peemedebista é alvo de um inquérito aberto pelo Ministério Público suíço, em abril deste ano, por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro, segundo a reportagem apurou com pessoas familiarizadas com a investigação.

Os dados da investigação suíça foram enviados pelas autoridades para a PGR (Procuradoria-Geral da República).

Procurados, o Ministério Público da Suíça e Procuradoria-Geral da República ainda não se manifestaram. Cunha já foi citado por dois delatores da Operação Lava Jato -os lobistas Júlio Camargo e Fernando Soares, o Fernando Baiano- como destinatário de US$ 5 milhões que seriam propina em um afretamento de navios-sondas pela diretoria internacional da Petrobras, controlada pelo PMDB.

Também preso na Lava Jato, o lobista João Augusto Henriques, ligado ao PMDB, disse que fez depósito em uma conta no exterior que tinha Cunha como beneficiário.

Pela versão de Henriques, ele não sabia que a conta pertencia ao deputado do PMDB. Ele disse que só soube que Cunha era o controlador da conta mais tarde, por autoridades suíças.


Fonte: Com informações: Folhapress