Análise de trabalho externo de José Dirceu ficará suspensa por até 30 dias

Condenado no julgamento do mensalão, José Dirceu cumpre pena em regime semiaberto, desde novembro, pelo crime de corrupção ativa.

A Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal suspendeu, nesta sexta-feira (24/1), a análise do pedido de autorização de trabalho externo do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. A decisão foi tomada pelo juiz Mario José de Assis Pegado, que determinou que a Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) reabra investigação, arquivada sem o consentimento da Justiça, referente a um suposto uso de telefone celular pelo petista dentro do Complexo Penitenciário da Papuda.

Condenado no julgamento do mensalão, José Dirceu cumpre pena em regime semiaberto, desde novembro, pelo crime de corrupção ativa. A decisão suspende qualquer benefício externo a Dirceu até que a diligência relativa ao suposto uso de celular seja concluída. O prazo para a apuração e remessa do inquérito disciplinar à VEP é de 30 dias.

Fonte: oestadão