TCE-PI bloqueia contas de 27 Prefeituras e 20 Câmaras Municipais

Os gestores públicos são obrigados a prestar contas mensalmente

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) divulgou ontem a lista atualizada com os nomes das Prefeituras e Câmaras Municipais que estão inadimplentes junto ao órgão. A lista aponta 27 Prefeituras e 20 Câmaras Municipais que tiveram suas contas bloqueadas.

Os gestores públicos são obrigados a prestar contas mensalmente, e têm um prazo de até 60 dias após a conclusão do mês para en- tregar os balancetes. O pedido de bloqueio é feito pelo órgão de controle com base na inadimplência com o SAGRES, o sistema de prestação de contas eletrônico do Tribunal, e documentação complementar por um período superior 90 dias.

De acordo com o TCE-PI, a maioria deve essa documentação desde maio deste ano. "O Tribunal não pode aceitar mais que órgãos públicos atrasem contas. Temos o prazo mais elástico do país. Atrasar mais do que 60 dias é injustificável", argumentou o conselheiro Jaílson Campelo.

Entre as prefeituras inadimplentes estão Agricolândia, Aroeiras do Itaim, Avelino Lopes, Barras, Boa Hora, Bonfim do Piauí, Caldeirão Grande do Piauí, Capitão Gervásio de Oliveira, Cocal de Telha, Cristino Castro, Demerval Lobão, Guaribas, Jerumenha, Luzilândia e Palmeirais. Já as Câmaras são Cocal, Coronel José Dias, Itaueira, Miguel Alves, Murici dos Portelas, Sussuapara e Sigefredo Pacheco. (S.B.)

Fonte: Savia Barreto