TCE-PI pede bloqueio das contas de 22 Prefeituras e 13 Câmaras

A maioria deve documentação ao Tribunal desde setembro de 2011.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) divulgou ontem a lista das Prefeituras e Câmaras de Vereadores que estão com as contas bloqueadas este ano. Ao todo são 22 Prefeituras e 13 Câmaras.

A maioria deve documentação ao Tribunal desde setembro de 2011. Os gestores públicos são obrigados a prestar contas mensalmente, e têm um prazo de até 60 dias após a conclusão do mês para entregar os balancetes.

O pedido de bloqueio é feito pelo órgão de controle com base na inadimplência com o SAGRES, o sistema de prestação de contas eletrônico do Tribunal, e documentação complementar por um período superior 90 dias.

Entre as cidades inadimplentes estão Agricolândia, Barra D Alcântara, Bertolínia, Caldeirão Grande do Piauí, Campo Largo do Piauí, Capitão Gervásio Oliveira, Cocal, Cocal de Telha, Coronel José Dias, Cristino Castro, Curralinhos, Eliseu Martins, Jacobina do Piauí, Jerumenha, Juazeiro do Piauí, Landri Sales, Massapê do Piauí, Matias Olímpio, Morro Cabeça no Tempo, Pimenteiras, Prata do Piauí e Sigefredo Pacheco.

Já as Câmaras que não prestaram contas são Alegrete do Piauí, Altos, Campo Alegre do Fidalgo, Caracol, Itaueira, Juazeiro do Piauí, Luzilândia, Morro Cabeça no Tempo, Ribeira do Piauí, Rio Grande do Piauí, Santo Antônio dos Milagres, Sebastião Leal e Uruçuí.

O início das sessões da Segunda Câmara, marcadas para iniciar ontem, foi adiado para o próximo dia 16.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte