TCU lança site para fiscalizar gastos na Copa

Objetivo é oferecer à sociedade informações sobre o andamento das obras

O Tribunal de Contas da União (TCU) lançou nesta terça-feira (11) um site que concentrará todas as informações relativas às ações que prepararão o Brasil para sediar a Copa do Mundo de 2014. O objetivo é oferecer à sociedade informações sobre o uso de dinheiro público e o andamento das obras. Os dados sobre auditorias e acompanhamentos das obras, tais como construção e reforma de estádios e projetos de locomoção urbana, como pistas para ônibus e veículos sobre trilhos, ficarão disponíveis na internet. Os tribunais de conta estaduais e municipais fornecerão informações sobre os percentuais de execução física e financeira das obras. Segundo o presidente do TCU, ministro Ubiratan Aguiar, a principal preocupação do tribunal é realizar ações preventivas de controle. “É melhor prevenir do que remediar quando se trata de gasto público”, explicou. O TCU também decidiu concentrar em um único relator, o ministro Valmir Campelo, todos os processos relacionados aos gastos para a Copa do Mundo. “Vamos concentrar todos os processos relativos à Copa do Mundo para agilizar o trabalho e afetividade do controle dos gastos. Queremos uma fiscalização eficiente dos recursos empregados”, afirmou Campelo. O ministro dos Esportes, Orlando Silva, que participou da cerimônia, elogiou a iniciativa. “O anúncio do TCU é um sinal de que o Brasil está unido e mobilizado para realizar a Copa e garantir a fiscalização de cada centavo que será utilizado nas obras”. O financiamento dos projetos poderá ser feito pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pela Caixa Econômica Federal. A execução será de responsabilidade dos estados e municípios que receberem o repasse e a competência para fiscalizar é dos tribunais de contas estaduais e municipais, pois nesses casos o recurso deixa de ser federal. O tribunal também vai analisar empréstimos concedidos pelo BNDES e pela Caixa a estados e municípios.

Fonte: g1, www.g1.com.br