Tererê propõe projeto de lei para as penitenciárias femininas

Segundo Tererê mulheres presas não têm uma assistência médica adequada.

Na manha desta terça feira, dia 02, o Deputado Tererê propôs um projeto de lei que dispõe sobre a construção de creches nas penitenciarias femininas do estado do Piauí. De acordo com ele este projeto fará com que as crianças não tenham seus psicológicos abalados ao verem suas mães presas e, possibilitará que estas mulheres se sintam mães de fato, o que na maioria das vezes não ocorre, pois as penitenciarias do estado não possuem estrutura para que isso ocorra. ?Os serviços profissionais na área de saúde não são suficientes para a quantidade de presas e muitos desses profissionais não procuram se aperfeiçoar para tal função?, destaca o Deputado.

Segundo Tererê essas mulheres não têm uma assistência médica adequada. ?No momento que profissionais da saúde da mulher passarem a atender melhor nesses lugares o número de doenças cairá consideravelmente?, acrescenta .

O projeto permite que a visita dos filhos, que possuam entre dois à seis anos, se estenda aos feriados, assim quando o feriado cair em segundas as crianças ficarão os três dias com a mãe. ?O ambiente familiar dará um sentido maternal e uma nova perspectiva de vida?, pontuou Tererê.

De acordo com ele o espaço contará com playground, ambiente para visita íntima, creche para as crianças passarem os fins de semanas com suas mães, berçários para os recém-nascidos, área para amamentação e uma unidade de saúde da mulher. Além disso, haverá também uma ala para gestantes e mães com seus filhos até o primeiro ano de vida. ?As crianças não serão mais revistadas, somente as detentas. Desta forma as crianças crescerão com outra visão, terão mais conforto e apoio?, finalizou Tererê.

Fonte: Ascom