TRE cassa mandato de Netinho de Paula por infidelidade partidária

A defesa do vereador alegava que Netinho sofreu discriminação

A Justiça Eleitoral cassou, nesta terça feira (17), o mandato de Netinho de Paula (PDT - SP), vereador de São Paulo, por infidelidade partidária.

Image title

A decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo foi unânime.

A saída de Netinho do PC do B, sigla a que foi filiado por sete anos, ocorreu em abril deste ano. Logo em seguida, ele assumiu a direção do PDT na capital paulista.

A defesa do vereador alegava que Netinho sofreu discriminação política e foi boicotado pelo PC do B.

"Restou comprovada a posição de destaque de Netinho na agremiação, com participação em todas as propagandas partidárias.", argumentou o relator do caso, juiz André Lemos Jorge.

Em nota, a assessoria de Netinho afirmou que ele manterá suas atividades normais na Câmara e aguardará a publicação da decisão para interposição dos recursos cabíveis, 'uma vez que sua saída do PC do B se deu de forma absolutamente justificada".

Fonte: Folha de São Paulo