TRE decide tornar Felipe Santolia inelegível por 8 anos

TRE decide tornar Felipe Santolia inelegível por 8 anos

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) está julgando hoje o prefeito de Esperantina, Chico Antônio (PT) e o ex-prefeito Felipe Santolia

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) está julgando hoje o prefeito de Esperantina, Francisco Antônio de Sousa Filho, o Chico Antônio (PT) e o ex-prefeito do município, Felipe Santolia (DEM). A Corte já decidiu pela inelegibilidade de Santolia por oito anos.

Em Esperantina, o Ministério Público Eleitoral recorre da decisão que também inocentou na primeira instância o prefeito e a vice, Soraya Maria de Sampaio Aguiar, acusados de conduta vedada aos agentes públicos em campanha eleitoral, abuso de poder político e de autoridade. Lucile de Souza Moura, ex-diretora da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi) e o deputado estadual e atual secretário de Cidades, Merlong Solano (PT), também são réus no processo. Na época da eleição, Merlong era presidente da Águas e Esgotos do Piauí (Agespisa).

Outros citados no processo são Karenina Dantas Eulálio, então diretora do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) e Fernando Danda Vasconcelos, diretor do Programa de Combate à Pobreza Rural. O MPE-PI solicita a cassação do diploma, inelegibilidade e aplicação de multa. O Ministério Público também impetrou ações contra Felipe Santolia e seu então vice, Adalberto Alves de Aguiar.

Ele é acusado de ter praticado conduta vedada aos agentes públicos durante a campanha em que tentou a reeleição e foi derrotado por Chico Antônio. O juiz Pedro de Alcântara da Silva Macêdo é relator das três Ações de Investigação Judicial (AIJE"s). (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte