TRE inocenta prefeito de José de Freitas de processo de cassação

Por três votos a dois, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) inocentou o prefeito de José de Freitas, Robert Freitas e seu vice Carlos Estevan

Por três votos a dois, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) inocentou o prefeito de José de Freitas, Robert Freitas (PSDB) e seu vice-prefeito, Carlos Estevan (PMN). Os gestores estavam sendo acusados por captação ilícita de sufrágio (compra de votos) e abuso de poder econômico. O julgamento havia sido marcado para a semana passada, no entanto, o juiz Pedro Alcântara pediu vistas ao processo.

O pedido de cassação de diploma foi impetrado pela coligação derrotada ?A vitória que vem do povo?, encabeçada pelo ex-prefeito Ricardo Camarço. O desembargador Haroldo Rehem e os juizes Valter Rebelo e Pedro Alcântara votaram a favor do gestor. Contra o gestor votaram Marcelo Cavalcante, que era o juiz relator do processo e Ricardo Gentil.

Robert Freitas era acusado, juntamente com seu filho, o médico Ferdinand Freitas, de abuso de poder econômico, captação ilícita de sufrágio e conduta vedada ao agente público. As acusações de alastram desde as eleições de 2004. Reagindo positivamente á sentença, o prefeito Robert Freitas ressaltou que recebeu a notícia com satisfação e tranqüilidade. ?A Justiça do Piauí está provando que analisa com seriedade as provas. Quem perde uma eleição, quer ganhar de qualquer jeito. Mas a vontade do povo prevaleceu mais uma vez?, frisou. (M.M)

Fonte: Mayara Martins