TRE-PI julga 5 prefeitos esta semana

Sem a análise das doações irregulares das eleições de 2006, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) começa a acelerar os julgamentos

Sem a análise das doações irregulares das eleições de 2006, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) começa a acelerar os julgamentos que podem resultar em perda de mandato dos prefeitos eleitos no último pleito. Apenas esta semana, cinco gestores municipais estão na pauta de votações do Tribunal.

A prefeita e vice de Itaueira, Verônica Bezerra Lima e Ana Maria de Andrade, respondem a uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) acusadas de captação ilícita de sufrágio, abuso de poder econômico e político. O desembargador Haroldo Rehem é o relator do caso.

O prefeito e o vice de Queimada Nova, Celso Nunes Amorim e Raimundo Júlio Coelho, são réus de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral por suposta prática de captação ilícita de sufrágio e conduta vedada. O juiz Marcelo Carvalho Cavalcante é o relator do caso. Em São João da Fronteira a prestação de contas do prefeito e vice de Antônio Ximenes Valdifrancis Mendes, é alvo de uma representação, que aponta irregularidades como gastos excessivos e abuso do poder econômico.

O Ministério Público Eleitoral, através procurador regional eleitoral, Marco Aurélio Adão, pede ainda uma pena alternativa ao prefeito Geraldo Eustáquio Machado, de Sebastião Barros. O prefeito teria praticado propaganda de boca de urna, considerada uma infração de menor potencial.

Já nesta terça-feira, 11, serão julgadas duas ações eleitorais que pedem a cassação dos mandatos do prefeito de Pau Darco-PI, Fábio Soares Cesário, do vice Carlos Augusto Leal Pinheiro e do vereador Clovis Raulino Neto. Eles são acusados de abuso de poder econômico, político e captação ilícita de sufrágio. O relator das ações é o juiz Valter Alencar Rebelo. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte