TSE cassa prefeito do PI que forjou casamento

Desuyty casou sua mulher com outro homem para tentar burlar a legislação eleitoral.

O município de Barreiras do Piauí terá um novo prefeito nos próximos dias. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu ontem manter o parecer do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI), que cassou o mandato do prefeito Desuyty Galganeo Martins de Assis e seu vice, Marcos Heber Santos em agosto do ano passado. Os segundos colocados na disputa eleitoral de 2008, Divino Alano Barreira Seraine e Domingos Alves Batista, estarão no comando da gestão municipal de Barreiras.

Durante a prestação de contas dos dois anos em que esteve como procurador regional eleitoral, Marco Túlio Caminha destacou a situação de Barreiras como ?curiosa?, ilustrando também a atuação exemplar dos magistrados piauienses no julgamento do caso. Desuyty casou sua mulher com outro homem para tentar burlar a legislação eleitoral.

Vivendo a mais de dez anos com Ana Cláudia Barreira, filha de Leodete Barreira, ex-prefeita do município, em uma união estável, o prefeito fugiu da inviabilização da candidatura de terceiro mandato apresentando uma certidão de casamento de Ana Cláudia com outro homem. Desuyty Galganeo também foi acusado de compra de votos e abuso de poder econômico. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte