TSE mantém condenações contra Wilson Martins

O governador e o partido foram condenados a pagar, cada um, multa no valor de R$ 12.500

O ministro Arnaldo Versiani, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), manteve multa aplicada ao governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), e ao diretório estadual da agremiação por propaganda eleitoral antecipada no pleito no ano passado.

O governador e o partido foram condenados a pagar, cada um, multa no valor de R$ 12.500 por inserções veiculadas em TV.

A condenação pelo TRE-PI (Tribunal Regional Eleitoral do Piauí) acolheu pedido do MPE (Ministério Público Eleitoral). Segundo o TRE, o PSB exibiu, em espaço reservado à propaganda partidária, mensagens que elogiavam a história de vida do então pré-candidato a governador.

Entrevista

O ministro Marcelo Ribeiro, por sua vez, negou recurso apresentado pelo governador contra decisão que o condenou ao pagamento de multa de R$ 5 mil por realizar propaganda eleitoral antecipada durante entrevista.

Segundo a decisão do TRE-PI, que acolheu pedido do PSDB, o então pré-candidato concedeu entrevista de cunho eleitoral a programa da TV Meio Norte. O ministro entendeu que Martins pediu votos explicitamente durante a entrevista.

Wilson Martins foi eleito governador do Piauí no dia 31 de outubro de 2010. Antes, no dia 1º de abril de 2010, ele assumiu o governo por causa da renúncia do então governador do Estado, Wellington Dias, para concorrer ao Senado Federal.

Fonte: abril.uol.com.br