União reconhece mais 11 cidades em emergência no Estado do Piauí

Mais 81 municípios do Piauí aguardam reconhecimento do Governo Federal da situação de emergência em que se encontram.

O número de municípios em situação de emergência por causa da estiagem no Piauí aumentou, segundo portaria publicada ontem no Diário Oficial da União pela Secretaria de Estado da Defesa Civil. As cidades de Bocaina, Caridade do Piauí, Francisco Macêdo, Nova Santa Rita, Paulistana, Ribeira do Piauí, Rio Grande do Piauí, São João da Canabrava, Brejo do Piauí, Pio IX e São José do Peixe se somam aos outros 54 municípios que já decretaram estado de emergência no Piauí, totalizando 65 cidades no Estado.

Mais 81 municípios do Piauí aguardam reconhecimento do Governo Federal da situação de emergência em que se encontram. A maior parte das cidades atingidas está localizada na região centro-sul, onde o período chuvoso já está em seu final. No semiárido, o inverno praticamente não se manifestou, assim como na parte norte do Estado as precipitações tardaram e também estão em índices aquém da média. Além disso, até agora os produtores do semiárido não puderam plantar, apontando para perdas próximas a 100%.

Entre as ações de curto prazo que estão Sendo executadas pelo Governo estadual, estão o envio de carros-pipa e o plano no valor de R$ 15 milhões aprovado pelo Ministério da Integração Nacional, que prevê também a aquisição d cestas básicas, ração animal e gás de cozinha.

O governador Wilson Martins solicitou ao Ministério do Desenvolvimento Agrário a antecipação do pagamento do seguro safra aos produtores que tiveram perdas. Segundo Pedro Calixto, delegado do MDA no Piauí, o pleito deve ser atendido e a primeira parcela paga até o dia 15 de junho. ?Essa é a pior seca dos últimos anos. Não tem água, não tem lavoura, não tem sequer rama?, ressalta Francisco Macedo, presidente da APPM.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte