Vereador denuncia contratos irregulares na gestão de Sílvio

Segundo ele, os contratos irregulares teriam sido celebrados ainda na gestão dos tucanos em 20 anos

O vereador de Teresina, Major Paulo Roberto (PRTB), pretende iniciar a partir da próxima semana discussões na Câmara de Vereadores da capital para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de investigar os contratos de terceirizados realizados entre fundações e associações e a Prefeitura de Teresina. Segundo ele, os contratos irregulares teriam sido celebrados ainda na gestão do ex-prefeito Sílvio Mendes (PSDB) e são uma ?bomba relógio? para a gestão do atual prefeito Elmano Férrer (PTB).

?Esses contratos foram feitos irregularmente porque não houve licitação e essas empresas não terão a estrutura necessária para arcar com os futuros direitos trabalhistas que resultarão na demissão de funcionários que estiveram há mais de 15 anos na PMT?, argumentou Paulo Roberto, acrescentando que os contratos foram assinados através de critérios de ?amizade?.

?Esses órgãos não são empresas especializadas em terceirizados; como por exemplo o Clube de Mães, o Centro de Defesa da Mulher, O Clube de Amigos do Automóvel e a Paróquia do Cristo Rei?, disse.













Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte