Vereadoras trocam agressões durante sessão na Câmara por causa de prestação de contas

Vereadoras trocam agressões durante sessão na Câmara por causa de prestação de contas

A briga foi registrada pela TV Câmara do município

O plenário da Câmara Municipal de Borba foi palco de uma briga entre duas parlamentares, na noite da segunda-feira (10). Durante pronunciamento da vereadora Elizabeth Maciel (PSD), ela foi agredida pela também vereadora Yolanda Andrade (PCdoB). O filho e o sobrinho de Yolanda também agrediram Elizabeth. A briga foi registrada pela TV Câmara do município.

Na sessão, Elizabeth Maciel cobrava prestação de contas de Yolanda Andrade durante o período de três meses em que a parlamentar assumiu a presidência da Câmara. De acordo com Maciel, Yolanda Andrade teria recebido R$ 400 mil da Casa, mas não prestou contas da verba. "Ela ficou chateada porque, na semana passada, dei entrada com um documento pedindo a prestação de contas à casa. Yolanda já estava revoltada comigo", disse.

As imagens da TV Câmara mostram que, durante o pronunciamento, a vereadora agredida foi interrompida por Yolanda Andrade e pediu que ela "calasse a boca". Depois disso, Yolanda lançou uma bolsa em direção à Elizabeth e as duas iniciaram a agressão física. O filho e o sobrinho de Yolanda invadiram o plenário e também bateram na vereadora. "Eles quase arrancaram a minha orelha e meus ombros estão muito inchados. Passei mal à noite e fui para o hospital sentindo muitas dores", disse.

A vereadora agredida afirmou que registrou ocorrência contra o trio na Delegacia de Polícia Civil do município. Segundo ela, em depoimento à polícia, a agressora negou envolvimento na briga. Elizabeth também fez exames de corpo de delito no hospital do município.

Ainda de acordo com a vereadora Elizabeth Maciel, esta é a terceira briga envolvendo Yolanda Andrade na Câmara. Nas outras duas vezes, Andrade agrediu outro parlamentar.

O G1 tentou contato com a vereadora Yolanda Andrade, mas não obteve resposta. De acordo com informações da Prefeitura de Borba, a parlamentar, o filho e o sobrinho deixaram a cidade após a briga, mas já retornaram ao município.

Fonte: G1