Vereadores cassam prefeito por não enviar repasses ao Legislativo

O processo foi instaurado com a alegação de que o prefeito teria cometido infração uma administrativa

O prefeito do município de Barra D"Alcântara, localizado a 225 Km de Teresina, Mardônio Soares Lopes (PMDB), foi cassado hoje pela Câmara Municipal. O processo foi instaurado com a alegação de que o prefeito teria cometido infração político-administrativa, motivada pela falta de repasses ao Legislativo de informações referentes à administração do município. Ele teria deixado de responder os requerimentos enviados pelos vereadores à Prefeitura desde dezembro de 2009.

Na denúncia consta ainda a demolição de duas escolas municipais e a doação do material delas a populares. A Câmara criou uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) composta de três membros escolhidos por meio de sorteio dentre os nove vereadores. Entre os sorteados estavam Possidônio de Sousa Carvalho Neto (PSB), Adaurício Miguel de Sousa Santos (PT) e Laura Soares de Moura (PMDB).

Sete vereadores compareceram à sessão, sendo que seis votaram pela cassação e apenas um votou contra. O presidente da Câmara, o vereador Adaurício, solicitou reforço no policiamento do município motivado pelo clima de tensão na véspera da reunião. Durante as últimas sessões na Câmara, a vereadora pelo PMDB, Laura Soares de Moura, deixou de frequentar a Câmara. Ela é do mesmo partido do prefeito.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte