Vereadores de Teresina votam monção de repúdio contra a CBF

Vereadores de Teresina votam monção de repúdio contra a CBF

O presidente da Casa sugeriu uma moção de repúdio manifestando desagrado

Na sessão ordinária desta quinta-feira (10), os vereadores de Teresina manifestaram insatisfação com o posicionamento da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em relação ao futebol piauiense, ao não reconhecer juridicamente a diretoria da Federação de Futebol do Piauí (FFP).

Em seu discurso, o vereador Renato Berger (PSDB) declarou que a CBF estaria de ?braços cruzados? diante da Federação de Futebol do Piauí e que existe ?discriminação? comparado com as outras federações, principalmente no que diz respeito aos recursos que são distribuídos.

?O futebol do Piauí não tem culpa, definiu seu presidente e merece respeito?, declarou Renato Berger. O presidente da Câmara de Vereadores, Edvaldo Marques também se manifestou: ?É um descaso para com o nosso Estado.?

O presidente da Casa sugeriu uma moção de repúdio manifestando desagrado para com a CBF e que o documento fosse encaminhado aos parlamentares do Piauí e ao Congresso Nacional, mostrando como o futebol piauiense está sendo tratado.

?A moção de repúdio é de importância salutar para que demonstre a discriminação que sofre o nosso Estado?, declarou o vereador Olésio Coutinho (PTB), que também sugeriu uma moção de louvor ao time de Campo Maior, Comercial Atlético Clube, que enfrentou o time do Palmeiras na Copa do Brasil.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com