Vereadores vistoriam hospitais teresinense durante o carnaval

O Hospital Municipal do Bairro Satélite foi o que apresentou mais problemas


Vereadores vistoriam hospitais no Carnaval

O Hospital Municipal do Bairro Satélite foi o que apresentou mais problemas. Segurança precária, falta de equipamentos, como de raiox, infiltrações, número de lençóis e cadeiras para acompanhantes insuficiente foram algumas denúncias feitas por funcionários e pacientes.

Uma funcionária, que não quis se identificar, afirmou que, por conta de uma peça quebrada, o oxigênio utilizado em pacientes está sendo desperdiçado e que muitos doentes, em vez de procurar os postos de saúde, vão para o hospital porque o Programa Saúde da Família não funciona.

De acordo com a vereadora Rosário Bezerra, membro da comissão, outros hospitais ainda serão vistoriados durante todo o Carnaval. ?É muito importante essa vistoria pelos centros de saúde da cidade durante este período. Infelizmente, é bastante comum as pessoas cometerem excessos, sobretudo com bebidas, e se envolverem em brigas ou acidentes de trânsito. Por isso, os hospitais precisam estar preparados para atender essa demanda?, frisou a parlamentar.

O Hospital Santa Maria foi o único que apresentou falta de médico no plantão. O centro de saúde não tem pediatra para atender durante o dia, no domingo. A segurança e o aumento no número de pacientes, devido à construção de vários conjuntos habitacionais nas proximidades, também foram reclamações de funcionários. No Hospital do Buenos Aires a falta de lençóis e baixos salários foram as maiores queixas.

Depois de constatadas as deficiências, a comissão vai elaborar um relatório para a Fundação Municipal de Saúde, que tomará as providências cabíveis.

Fonte: Savia Barreto