Veto de Dilma será votado até o final de fevereiro

Veto de Dilma será votado até o final de fevereiro

O empecilho é a ordem do STF de que todos os vetos acumulados devem ser votados em ordem cronológica

O deputado Júlio César disse ao meionorte.com que acredita que até o final de fevereiro deve ser votada a derrubada dos vetos da presidente Dilma ao projeto de divisão igualitária dos royalties do petróleo em alto mar. O empecilho é a ordem do STF de que todos os vetos acumulados devem ser votados em ordem cronológica, para que então se possa votar este, o mais recente.

Ao todos são 3040 vetos que devem ser apreciados e votados. Segundo o deputado Júlio César, 80% deles se referem a peças orçamentárias que só teriam algum efeito prático na época. "Queremos que estes vetos, que perderam o objeto, sejam votados em bloco", disse o deputado. Os 20% restantes (que somam pouco mais de 600 vetos) devem ser apreciados e votados um por um. Mais de 100 desses vetos restantes se referem aos royalties do petróleo.

"O objetivo dos estados que se dizem produtores, Rio de Janeiro e Espírito Santo, é só protelar essa votação, pois eles sabem que, se for votado, o veto vai cair", disse o deputado Júlio César. Em votações anteriores, a divisão igualitária entre estados ganhou com grande maioria. Atualmente, quase 90% da riqueza gerada pelo petróleo em alto mar, que é de propriedade da união, é destinada aos dois estados.

Fonte: Andrê Nascimento