Veto de Dilma é para evitar novos impostos, afirma Joaquim Levy

Ministro participou de evento na Ordem dos Advogados do Brasil.

O Congresso Nacional manteve parte dos vetos da presidente Dilma Rousseff e  projetos que aumentavam gastos do governo, evitando a introdução de novos impostos no bolso do contribuinte. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, elogiou a presidente.

"A presidente vetou porque era [preciso] evitar novos impostos”, disse Levy. 

Deputados e senadores mantiveram na madrugada desta quarta (23) os vetos a projetos que tratavam do fim do Fator Previdenciário e ao que acaba com a isenção do PIS/Cofins para o óleo diesel. Foram mantidos também outros 22 vetos. Eles constam da pauta de 32 vetos da presidente Dilma Rousseff a diversos projetos de lei.

Segundo Levy, se os vetos fossem derrubados, haveria o risco de o aumento de gastos onerar “o bolso do contribuinte”. O ministro participou de um evento na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, em Brasília.

Image title



Fonte: Com informações do Tribunadabahia