Vice-presidente Michel Temer escapa de assalto em São Paulo

Vice-presidente Michel Temer escapa de assalto em São Paulo

O comboio seguiu e não foi prestada queixa, já que não houve violência, segundo o relato do Planalto

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP), foi vítima de uma tentativa de assalto no último dia 1º em São Paulo. O assaltante usava uma arma de brinquedo e, segundo a Vice-Presidência, escapou antes de ser abordado pelos seguranças.

O incidente aconteceu quando Temer se deslocava em comboio pela avenida Cidade Jardim. Um homem com uma arma abordou o carro do vice, segundo a versão oficial, e fugiu quando quatro seguranças do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) saíram dos veículos atrás e à frente do de Temer.

O homem jogou a arma no chão, que era de brinquedo, e fugiu. O comboio seguiu e não foi prestada queixa, já que não houve violência, segundo o relato do Planalto.

Em sua versão eletrônica, a revista "Veja" conta outra história. Diz que a porta do carro blindado do vice estava destravada, e que o assaltante a abriu e colocou a arma na cabeça do motorista. Os seguranças do GSI então, segundo esse relato, teriam dominado o assaltante. A Vice-Presidência nega que isso tenha acontecido.

Temer, que já foi secretário de Segurança de São Paulo em duas ocasiões nos anos 80 e 90, não quis dar entrevistas ontem sobre o ocorrido.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br