Votação do pré-sal será depois do carnaval

Temer Novo adiamento se deve à obstrução por parte da oposição

O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), afirmou nesta quarta-feira (10) que a votação dos projetos do pré-sal só será realizada após o feriado de carnaval. Como não haverá sessão deliberativa na próxima semana, a votação só poderá ser efetivamente retomada depois do dia 23 de fevereiro.

O novo adiamento se deve à retomada da obstrução por parte da oposição. A votação da PEC dos Cartórios, também prevista para esta tarde, foi adiada, segundo Temer. “Hoje só vota os destaques da lei Pelé. Vamos deixar o pré-sal para depois do Carnaval. Em relação aos cartórios, os líderes pediram para que colocasse em votação, mas vou esperar um pouco”, disse Temer.

O novo adiamento do pré-sal se deve à manutenção pela oposição de uma obstrução na Casa. Os líderes de DEM, PSDB e PPS não concordam com a proposta de inversão de pauta para colocar o projeto de capitalização da Petrobras antes da deliberação sobre a emenda que altera a divisão dos royalties.

Eles também questionam a sessão do Congresso Nacional dessa terça-feira (9) que analisou vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que liberaram recursos para obras da Petrobras suspeitas de irregularidades. O quórum de votação entre os senadores não foi atingido, mas a Mesa do Congresso argumenta que o Senado só é consultado depois da deliberação da Câmara. O resultado dos votos dos deputados deve ser divulgado nesta tarde.

Fonte: g1, www.g1.com.br