Wellington acerta com ministro entrega de adutora em seis meses

Em reunião de trabalho com o ministro da Integração

Em reunião de trabalho com o ministro da Integração, Gilberto Occhi; e com o presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do Parnaíba e São Francisco (Codevasf), ontem, em Brasília, o governador Wellington Dias tratou de um cronograma de liberações de recursos para o Estado, de acordo com o critério nacional de priorizar as obras já iniciadas e próximas a terminar.

A novidade anunciada é que a Adutora de Bocaina, na região de Picos, pode ser concluída em seis meses, de acordo com a previsão orçamentária do Ministério.

A Obra da Barragem de Tinguis, próxima às cidades de Brasileira e Piracuruca, tem condições de conclusão no próximo ano. Já a Barragem de Atalaia, concluída a regularização fundiária, tem condições de prosseguimento da obra e, no inverno de 2016, poderá armazenar água na região de Corrente e Sebastião Barros.

O governador também tratou sobre os Projeto de Irrigação de Marrecas, cuja conclusão está prevista para junho do próximo ano; e Tabuleiros Litorâneos, até o final de 2016.

Outros investimentos que ainda estão na parte burocrática, como licitação e licenciamento, também foram pontuados pelo governador durante a reunião, como as Barragens de Castelo e de Milagres, e outras obras de abastecimento de água.

Fonte: Ananias Ribeiro