Municípios que sofrem com problemas de falta de energia receberão reforço

Municípios que sofrem com problemas de falta de energia receberão reforço

Senador informou que no ano que vem municípios do Norte do Piauí que hoje sofrem com problemas de falta de energia receberão um reforço de energia

O senador Wellington Dias (PT) informou ontem no plenário do Senado que no ano que vem municípios do Norte do Piauí que hoje sofrem com problemas de falta de energia receberão um reforço de energia do Maranhão.

Ele disse que lideranças piauienses estiveram na Eletrobras pedindo rapidez nas obras que aumentarão a oferta de energia do Estado. Segundo o parlamentar, além do reforço para o Norte do Piauí, ficou acertada também a retomada das obras do Programa Luz para Todos.

Conforme Wellington Dias, a situação do Piauí vai melhorar ainda mais com a obra federal de R$ 700 milhões que vai levar energia de Miracema do Tocantins (TO) para municípios do Sul do Piauí, da Bahia e do Ceará.

Wellington informou que o chamado ?linhão? vai ficar pronto entre 2015 e 2016 e beneficiará uma região do Piauí com grande potencial econômico, que hoje sofre com os problemas energéticos do estado.

?Eu vi lá agora várias indústrias. O grupo Votorantin, por exemplo, quer trabalhar em Morro Cabeça no Tempo. Lá já tem uma indústria de calcário que funciona a maior parte do tempo com óleo diesel, porque falta energia, não tem carga suficiente?, afirmou, ressaltando que os novos investimentos permitirão ampliar a geração de emprego e renda.

O senador esteve na sede da Eletrobras para tratar da retomada do Luz Para Todos. A equipe técnica da empresa formada pelo assistente do diretor presidente, José Salan; Marcelino Machado, diretor de operações; Erivaldo Oliveira, coordenador do programa Luz Para Todos no Piauí; Luis Carlos,informou que existe projeto com pedido de financiamento do BNDES e Caixa para a linha de transmissão de 69 kv de Gilbués a projetos produtivos de Santa Filomena e a construção de uma subestação local estratégica para atender os projetos.

Trata-se de um investimento no valor de R$ 34 milhões para reforçar o sistema e otimizar o fornecimento de energia para municípios como Bom Jesus, Redenção do Gurgueia, Curimatá, Parnaguá, Avelino Lopes e Júlio Borges.

Fonte: Ananias Ribeiro