Wellington Dias autoriza convocação dos aprovados no concurso da Policia Militar

O comandante disse que depois será feita uma nova convocação com os 300 que não foram aprovados, que foram apenas notificados.

Por Efrém Ribeiro

Em solenidade de posse do comandante da Policia Militar, Coronel Carlos Augusto, o governador Wellington Dias (PT) anunciou e assinou portaria que autoriza a convocação dos 470 aprovados no concurso da Policia militar, sendo 400 para soldados e 70 oficiais.


O comandante  disse que depois será feita uma nova convocação com os 300 que não foram aprovados, que foram apenas notificados. Segundo Wellington Dias, há um deficit muito grande nos efeitos da Policia Militar, que será recomposto em parte durante seu governo. Wellington Dias garante que irá priorizar  a área de segurança pública, principalmente a Polícia Militar.

Ele declarou que, quando assumiu o primeiro governo, os policias não tinham  farda e que foi necessário refazer, neste atual governo, para valorizar os policiais. Dias afirma está confiante que a presidente Dilma autorize uma emenda a Constituição para permitir que o Governo Federal e os municípios participem das politicas , que tem como responsabilidade a segurança publica.

Além disso, disse que irá construir centros que vão unir todas as polícias para atuar contra o crime organizado. De acordo com ele,  ainda neste semestre, é possível que Supremo Federal autorize a partilha dos recursos do Pré-Sal, para reforçar os recursos que vem para o Piauí. Segundo ele, o governo deixou de receber R$ 1 bilhão, já que não foram distribuídos.

“Os recursos do Pré-Sal pertencem a todos os brasileiros, e não a dois Estados, como Rio de Janeiro e Espírito Santo. Em Fevereiro, nós estaremos enviando um conjunto de leis para administrar o Estado de forma planejada e organizada, porque os problemas do Piauí estão relacionados com o uso dos gastos em relação as receitas”, declarou.

Wellington Dias anuncia suspensão de todas as disposições e servidor só irá para outro órgão se houver permuta

O governador Wellington Dias anunciou que suspendeu todas as disposições de servidores, públicos e estaduais, que voltaram neste mês para seus cargos de origem, nas secretarias e órgãos públicos estaduais, dos quais estão lotados.

Segundo Wellington Dias, a partir de agora, o Governo do Estado só colocará um servidor a disposição de outros órgãos, caso as repartições interessadas estejam dispostas a pagar seus salários ou permutar com outro servidor.

“Se uma prefeitura fizer a disposição um professor de matemática, do Governo do Estado, por exemplo, terá que colocar para o Governo Estadual um outro professor. É assim que funcionará a permuta, para qualquer órgão que quiser um servidor do estado à sua disposição.

Ele disse que , na lei, está assegurado que os poderes Legislativo, Judiciário, Tribunal de Constas , Ministério Público, possuem direito a uma companhia ou a um número fixo de policiais. E , segundo ele, está garantido, mas antes irá conversar com cada presidente, para que alguns policias da reserva fiquem em postos mais burocráticos e os poderes repassem para o comando da policia militar policias com condições de atuar em  policiamento ostensivo.













































CLIQUE AQUI E CURTA O PORTAL MEIO NORTE NO FACEBOOK

Fonte: Efrém Ribeiro