Wellington Dias defende aprovação da PEC sobre a carreira médica

O governador defendeu hoje a aprovação da PEC 454/2009

Image title

O governador Wellington Dias recebeu, nessa segunda-feira (9), no Palácio de Karnak, o secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa; o presidente do Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM/PI), Emmanuel Fontes, e o presidente da Associação Médica Brasileira, secção Piauí (AMB/PI), Elisiário Cardoso Jr, quando defendeu a aprovação da PEC 454/2009, que trata da carreira médica.

“O Piauí um dos primeiros estados a implantar um plano de cargo e salários para médicos, ainda no primeiro mandato, e como senador, defendi que tivéssemos parâmetros que pudéssemos implementar, no caso a União faria a sua regulamentação, e os estados e os municípios, as regras para o plano de carreira médica para o Brasil”, afirmou Wellington.

Para o governador, a PEC “é um instrumento importante para fixação de profissionais nos municípios, além da valorização para o profissional. Em regra, ele é um profissional autônomo, que percebe lá na frente, com muitos anos de atividade, que vai se aposentar com uma remuneração muito baixa. Tendo a carreira, é possível planejar a sua vida, se dedicar na área pública, com condições de ter uma aposentadoria num patamar mais significativo”.


Wellington se reúne com o secretário da Saúde, presidente do Conselho Regional de Medicina e da Associação Médica Brasileira.( Foto: Jorge Henrique Bastos)

Francisco Costa exalta o compromisso de  Wellington em abraçar a causa, uma vez que “a articulação do governador em Brasília pode significar retorno positivo na aprovação da PEC”. 

As primeiras articulações devem ocorrer ainda esta semana, na viagem que o governador fará a Brasília, quando deve tratar, no Ministério da Saúde e Secretaria de Relações Institucionais, e ainda com líderes nas Câmara, onde o projeto tramita, para que haja entendimento e se viabilize a aprovação.

Fonte: Ccom