Wellington Dias faz abertura do Festival da Uva e anuncia obras

O governador anunciou obras para o assentamento Marrecas

Image title

O Governador Wellington dias realizou na manhã desta sexta-feira (06) a abertura do Festival da Uva de São João do Piauí, no assentamento Marrecas. O evento segue até o próximo domingo  com evento gastronômico, rodada de negócios, oficinas e seminários, ferias de artesanato, apresentações culturais e exposições.

O jovem Geraldo Araujo, de 28 anos, é um dos pequenos produtores da região. Formado em técnicas agrícolas, ele e sua família estão desde 2010 apostando no cultivo da uva como oportunidade de trabalho e renda. "É uma produção arriscada, um cultivo que precisa de muito cuidado e obedecer corretamente todas as etapas para alcançar a qualidade do produto, principalmente no que diz a respeito à irrigação. Mas, para nós, tem sido uma fonte de renda e também de dedicação em ajudar a brotar no semiárido piauiense, algo que há alguns anos seria inimaginável", relata.

Image title

A colheita da uva ocorre 120 dias após a poda da videira e a produção chega a 180 toneladas por safra, que acontece duas vezes ao ano. De acordo com a presidente da Associação de Pequenos Produtores Irrigados do Assentamento Marrecas, Maria José Araújo, paralela à produção de uva, que ganhou notoriedade e é tema do Festival, também são produzidos goiaba, melancia, milho verde, melão, mamão, banana, entre outras frutas.

Para Wellington Dias, a organização dos produtores e o incentivo do Estado, parceiros e financiadores têm elevado a renda dos associados e permitido que os nativos possam atuar na sua região. "Este festival ajuda a fomentar o potencial para a fruticultura, a captar investimentos, promover o turismo e a cultura. Quem vem se encanta. Muito me alegro em ver que que em dez anos muito se prosperou e acredito na agricultura irrigada como uma forma de convivência com a seca", comenta. O Projeto do Assentamento Marrecas possui 300 famílias, das quais 80 trabalham com a uvas irrigadas, Itália e Benitaca. 

Progresso
A secretária estadual de Educação, Rejane Dias, que é considerada a madrinha do festival, disse que acredita no potencial da região e quer qualificar a população para vocação natural dos arranjos produtivos. "Aqui em São João temos o Pronatec e o governador Welligton Dias autorizou a licitação para a construção de um prédio para a Universidade Aberta que contará com um Centro de Convenções para toda a região", adiantou.

Para o prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos, a realização do festival tem atraído pequenos investidores, o que considera um termômetro da viabilidade. "É um momento de incentivo. É uma maneira inteligente de divulgar a fruticultura. Aqui se faz um trabalho em equilíbrio com o meio ambiente. São João do Piauí tem potencial para se tornar referencia na área da fruticultura irrigada que já é uma realidade, queremos continuar trabalhando para em breve construirmos uma central de abastecimento e escoamento da produção", disse.

Na solenidade de abertura, o governador Wellington Dias autorizou a construção de um campo de futebol no Assentamento Marrecas, através da Fundação de Esportes do Piauí (Fundespi), e a Seduc a construir uma quadra poliesportiva coberta na escola do assentamento.

A programação do festival conta com artistas de renome, como Margareth Menezes, Elba Ramalho, Waldonys e Fernando Mendes, além de bandas locais e regionais, que se apresentarão no palco montado na Praça Honório Santos.

Fonte: Ccom