Wellington Dias nega crise com PSB: "PT é a base do governo"

Wellington Dias nega crise com PSB: "PT é a base do governo"

Sobre o pré-sal, Dias estima que até o dia 30 o projeto de sua autoria, que divide os royalties do petróleo localizado no mar, seja apreciado.

O senador Wellington Dias (PT) negou qualquer crise entre o PT e o PSB piauiense. Segundo ele, ?o PT é da base aliada do Governo?. ?Nesta segundafeira vamos inaugurar a Ponte do Mocambinho, obra de

responsabilidade do secretário estadual de Cidades, Merlong Solano, do PT. Dificuldades todo Governo tem. Temos nos empenhado para que este Governo dê certo. Tenho viajado e muitas obras estão sendo inauguradas. Esse é o caminho?, argumentou.

Sobre o pré-sal, Dias estima que até o dia 30 o projeto de sua autoria, que divide os royalties do petróleo localizado no mar, seja apreciado na Câmara Federal. ?É preciso limpar a pauta quando

têm Medidas Provisórias e projetos em regime de urgência, como a DRU?, explicou. Segundo ele, o projeto aprovado no Senado deve sofrer alterações.

?A União ficaria com uma fatia de 42% mas pode diminuir para 40%. O Rio de Janeiro, Espírito Santo, e

qualquer Estado que seja plataforma para a produção de petróleo do pré-sal teria direito a 29%, mas isso pode ser reduzido para 20%?, pontuou. Wellington também faz parte de um grupo comandado pelo presidente do Senado, José Sarney, que trata do pacto federativo. ?Devemos rever o ICMS, IPI, Fundos de Participação. Acredito que essa deva será grande pauta de 2012?, disse.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) está convocando prefeitos, vereadores e entidades da sociedade civil se manifestem favoravelmente à proposta em uma manifestação marcada para o próximo dia 25. Seria uma resposta às manifestações feitas no Rio de Janeiro e no Espírito Santo na semana passada, em protesto pelas perdas que, segundo seus representantes, poderão ?quebrar? esses estados, com a diminuição dos recursos oriundos dos royalties.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte