Wellington Dias recebe secretário-geral da CBF e debate parcerias

Governador debateu parcerias relacionadas ao esporte piauiense.

O governador Wellington Dias recebeu, na tarde dessa quinta-feira (23), no Palácio de Karnak, o secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol, Walter Feldman. Na visita de cortesia, foram tratadas propostas de parcerias relacionadas ao esporte piauiense e investimentos do legado da Copa do Mundo de 2014.

O representante da CBF demonstrou entusiasmo com o projeto Escolinhas da Fundespi, do Governo do Piauí. A proposta é implantar 300 núcleos, espalhados nos 224 municípios, para estimular a prática do futebol. Cada escolinha vai atender 60 alunos entre 7 e 17 anos, totalizando 18 mil atletas. Em Teresina ficará o Núcleo Central, onde serão treinados os atletas de destaque.

Reunião com o Representante da CBF, Walter Feldman, Presidente da FUNDESPI
Reunião com o Representante da CBF, Walter Feldman, Presidente da FUNDESPI

“Como temos entendimento que muito mais que um projeto social é também de rendimento, vamos trazer os valores para esse núcleo central, oferecendo aperfeiçoamento, para serem direcionados aos clubes, de preferência piauienses”, explicou Vicente Sobrinho, presidente da Fundespi.

Feldman também demonstrou interesse em parceria com um projeto de ensino profissionalizante e técnico voltado ao esporte, que deverá ser implantado através da Seduc, em um espaço no estádio Albertão. A idéia coincide com projetos desenvolvidos pela confederação. “Na CBF temos hoje uma universidade corporativa e temos trabalhado na formatação de um modelo de escola padrão do futebol brasileiro a ser implantado nas comunidades e nas escolas públicas brasileiras. Esse projeto do Piauí, pode ter apoio da CBF”, avaliou o secretário-geral.

Walter Feldman anunciou também novidades sobre o “legado da copa”, uma espécie de bônus financeiro concedido pela FIFA, entidade máxima do futebol mundial, no valor de US$ 100 milhões, para investir nos 15 estados que não sediaram jogos do mundial de futebol no Brasil. No próximo mês de julho, CBF e FIFA devem negociar a liberação do dinheiro. O representante da CBF garantiu que o Piauí terá prioridade no repasse de recursos para construção de um Centro de Treinamento.

“O centro deve priorizar a questão social, formação de base, futebol feminino e incorporar a comunidade em um modelo de gestão do futebol que seja também uma alavanca para mudança na cidadania”, revelou o secretário-geral da CBF. O recurso da FIFA contempla a aquisição de um terreno de três hectares, onde possam ser construídos pelo menos três campos de futebol e uma sede comunitária para aulas teóricas. 

Fonte: Assessoria