Wellington Dias retorna dos EUA e anuncia resultados da sua viagem

Wellington e Margarete Coelho, assinaram o documento

Na madrugada desta quinta-feira (6), o Governador Wellington Dias desembarcou no Aeroporto Petrônio Portela, em Teresina, após viagem de 12 dias aos Estados Unidos, onde participou de agenda no Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird) e no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em busca de investimentos para o Piaui. Logo ao desembarcar, Wellington e a vice-governadora, Margarete Coelho, que esteve no comando do Estado como governadora em exercício, assinaram o documento de recondução aos cargos. Na oportunidade, Dias fez uma avaliação dos resultados da viagem. Na manhã desta quinta- feira (7), o governador cumpre agenda de visita, inaugurações e autorizações nos municípios de Canto do Buriti e Itaueiras, no Sul do estado.

Wellington Dias avaliou como positiva as reuniões com os dirigentes do Banco Mundial e do  Banco Interamericano e diz que o interesse destas  instituições foi manifestado também por escrito. Os valores negociados devem movimentar investimentos na ordem de 1 bilhão de reais.

"É um valor muito significativo e fundamental. Ali tivemos o interesse trazer de volta o Prodetur ( Programa de Desenvolvimento do Turismo) e o Prodepro ( Programa de Desenvolvimento da Produção), que é um projeto novo que o banco já tem desenhado e do qual o Piaui e os governadores do Nordeste tem interesse. Temos agora que cuidar da tramitação junto ao Ministério da Fazenda e ao Tesouro Nacional.", disse.

O governador destacou que esse contato vai permitir contratos direto com as instituições finaceiras que antes eram feitas através do Banco do Nordeste.

Wellington destacou ainda a agenda com a Câmara de Desenvolvimento do Comércio entre o Brasil e os Estados Unidos e revelou que ainda em agosto acontecerá a primeira missão da Câmara ao Piaui. "Ficaram agendadas a primeira missão para a agosto e uma segunda em setembro, na qual a câmara vai fazer uma preparação em diferentes áreas, principalmente no turismo", explica.

Aeroportos

Assim que chegou ao país, Wellington participou de reunião com a Infraero, em Brasília. Segundo o governador, na viagem feita aos Estados Unidos, investidores americanos mostraram interesse em atuar no Piauí e há um projeto de parceria com aeroporto da Flórida. Neste sentido, o aeroporto de Parnaíba seria referência e base de voos de cargas e passageiros vindos da Flórida para outras regiões do Brasil. "O aeroporto de Parnaiba será uma base de carga de passageiros e uma ponte para importação e exportação entre o Piaui e os Estados Unidos", explica.

Na oportunidade, Dias também falou da homologação do aeroporto de São Raimundo Nonato, publicada na tarde desta quarta-feira (6). "Uma importante vitória. EStamos trabalhando a muito tempo. Parabenizo a equipe do Transportes, Infraestutura, Turismo e todos os envolvidos. A previsão é que,  ja no mês de agosto, uma das duas empresas que mostraram interesse, a Sete e a Piquiatuba, comecem a operar. A meta é trabalhar para a conclusão dos outros aeroportos para quem, em 2018, o Piaui tenha sete aeroportos funcionando com  voos regulares regionais e internacional. Isso vais fazer uma diferença muito grande", comenta. 


Image title

Image title

Fonte: Com informações do piaui.pi.gov.br