Wellington Dias se reúne com empresários e divulga Piauí em Roma

O governador Wellington Dias desembarcou nesta quinta-feira (23) em Roma, na Itália

O governador Wellington Dias desembarcou nesta quinta-feira (23) em Roma, na It?lia, para uma s?rie de compromissos administrativos na Europa. No in?cio da manh?, acompanhado do secret?rio de Turismo, S?lvio Leite, e do coordenador de Rela?es Internacionais, S?rgio Vilela, Dias manteve o primeiro encontro de neg?cios com o empres?rio Giampiero Gualandri, presidente da Ostiensis Viaggi Network, uma das maiores operadoras tur?sticas daquele pa?s.

Durante a reuni?o realizada na sede da empresa, Dias e Gualandri assinaram protocolo de inten?es firmando parceria com vistas a um arrojado trabalho de promo??o tur?stica na Rota das Emo?es e um plano de desenvolvimento de oportunidades de investimentos italianos no Piau?. Na pr?tica, as a?es come?am a ser executadas em 15 de fevereiro de 2009, data marcada pelo executivo da Ostiensis para aterrissar no Aeroporto Internacional de Parna?ba, trazendo renomadas representatividades empresariais de v?rios setores: pol?ticos, jornalistas e operadores italianos. Antes, por?m, Gualandri vir? ao Piau?, em novembro deste ano, para demarcar o roteiro a ser explorado pela delega??o de investidores e formadores de opini?o.

O Fam Tour vai estabelecer um plano operacional de v?os charters regulares, partindo da It?lia para Parna?ba, estabelecendo a Rota das Emo?es como um novo destino oferecido ao mercado europeu com posterior distribui??o a outros roteiros do Brasil atrav?s de pacotes que ofere?am produtos diferenciados.

Gualandri destacou que a diversidade de atrativos encontrados na costa dos tr?s estados consorciados - Piau?, Maranh?o e Cear? - corresponde ao perfil exigido pelos turistas da atualidade. ?A menor dist?ncia entre a It?lia e o Brasil tamb?m constitui outro facilitador para futuros neg?cios?, comentou o empres?rio, que escutou de Wellington Dias uma pormenorizada explana??o de vantagens que teriam os investidores da It?lia no Piau?.

O governador explicou, por exemplo, as boas rela?es mantidas entre o governo do presidente Lula e o Estado do Piau?, tratado atualmente pela Uni?o como um ?interesse estrat?gico?. Dias tamb?m citou as facilidades que o Banco do Brasil oferece ao Piau? e a cria??o de uma ag?ncia estadual de desenvolvimento que entra em funcionamento at? o in?cio de 2009 e vai assegurar importante suporte empresarial a organiza?es dispostas a investir no Estado.

Wellington Dias deixou a reuni?o na Ostiensis ao final da manh? convicto de que, agora, o Piau? ganha uma grande oportunidade com o acordo firmado, considerando a credibilidade que a operadora desfruta junto ao mercado tur?stico italiano, bem como a experi?ncia j? adquirida na explora??o de destinos no Nordeste brasileiro. ?Foram eles quem, pioneiramente, inclu?ram o Cear? na rota dos turistas italianos?, disse o governador.

Giampiero Gualandri salientou ao secret?rio S?lvio Leite o seu entusiasmo com a Rota das Emo?es. ?Voc?s podem ser mais competitivos, por exemplo, do que as Ilhas Mald?vias, um para?so consagrado qualitativa e quantitativamente pelos viajantes europeus, pois a conjuga??o de belas praias com natureza preservada, fauna e flora exuberantes, excelente diversidade cultural e culin?ria, aptid?o ? pr?tica de ecoturismo e esportes n?uticos, os transforma em um destino diferenciado?, comentou o empres?rio, refor?ando as informa?es contidas na reportagem publicada na ?ltima quarta-feira pelo jornal O Estado de S?o Paulo, destacando com fartura as belezas do litoral piauiense ao longo de seis p?ginas. S?lvio Leite disse ao italiano que a mat?ria fora gerada de forma espont?nea pelo ve?culo paulistano.

A reuni?o tamb?m contou com a participa??o do executivo Vincenzo Vanacore, respons?vel pelo grupo Fidi Alta Italia, conglomerado financeiro que trabalha em parceria com 20 importantes bancos italianos especializados em financiar seus compatriotas em investimentos no exterior.

Interessado em explorar o crescente mercado consumidor brasileiro, Vanacore tamb?m acertou sua vinda ao Piau? em novembro. Wellington Dias acredita que a instala??o de um n?cleo desta empresa no Estado pode garantir um processo de desenvolvimento semelhante ao que aconteceu nos estados brasileiros do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Bahia, Cear?, Rio Grande do Norte, dentre outros, que contaram com grupos desta natureza para fortalecer neg?cios internacionais em seus territ?rios.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br