Wellington sai em defesa de Lula sobre veto do pré-sal

Wellington sai em defesa de Lula sobre veto do pré-sal

O presidente Lula vetou o projeto por entender que uma decisão prejudique três Estados da nação

O senador eleito Wellington Dias do PT, afirmou na tarde desta sexta-feira que irá buscar um entendimento para distribuição do pré-sal. Segundo ele, o presidente Lula vetou o projeto por entender que uma decisão prejudique três Estados da nação, como o Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo. Ele ainda informou que um entendimento deverá definir a posição dos governadores do Nordeste com relação ao veto. Dias citou além do Piauí, os governadores Jacques Wagner(BA), Eduardo Campos(PE) e alguns parlamentares como Marcelo Castro e Júlio César. ? Essa distribuição sendo feita agora, iria provocar uma descompensação para esses Estados através de um desequilíbrio?, disse ele.

Sobre os recursos do pré-sal, seria exigência do Governo Federal aplicar exclusivamente em educação, saúde, ciência e tecnologia e infra-estrutura. ? Não se pode arrebentar dois Estados dessa forma. É preciso um entendimento para se distribuir adotando um patamar padrão para cada Estado?, declarou.

Com relação à possibilidade de assumir um ministério, Dias afirmou que o de Desenvolvimento Agrário seria o ideal por lidar com problemas de desenvolvimento da agricultura familiar que estão concentrados na região Norte e Nordeste, mas já está definido e não virá para o Piauí, sendo nomeada Lúcia Falco. Foi sondada a possibilidade do Ministério das Relações Institucionais, mas Wellington descartou aceitar a proposta. ? Queremos estrutura e áreas de políticas importantes. O Ministério das Cidades seria nossa pretensão por ter uma função restrita em cuidar dos municípios e o Piauí seria muito beneficiado com isso?, finalizou Dias.

FOTOS: HÉLVIO MENESES







Fonte: Marcos Moraes