Wellington Dias afirma que Firmino Filho foi à PF "fazer teatro"

Wellington Dias afirma que Firmino Filho foi à PF "fazer teatro"

Para o senador, o risco de compra de votos existe dos dois lados

O senador Wellington Dias, que apoia a candidatura de Elmano Férrer, afirmou: ?risco de compra de votos nós temos dos dois lados?. Dias esteve hoje no programa Agora, da Rede Meio Norte, e comentou sobre as acusações de que o grupo de Elmano estaria tentando manipular o segundo turno das eleições de Teresina.

?Como é que eu, um senador, uma autoridade, vou sair da minha casa, ir até a Polícia Federal fazer uma denúncia e não registrar nada, não fazer nada¿?, questionou Wellington sobre a visita de Firmino Filho a Polícia Federal. Para ele, o que se quis foi ?criar uma notícia?. ?Acredita-se muito em teatro?, disse ele.


Wellington diz que Firmino foi à PF

Wellington também comentou sobre o ?blocão?, apelido que foi dado ao grupo que apoia a candidatura de Elmano Férrer. ?É claro que a oposição não seria contra o povo, caso Firmino ganhasse. Mas há uma diferença quando o projeto tem alinhamento entre as esferas. Ele encaixa?, disse. Wellington comentou que Elmano e a presidente Dilma querem implantar o programa Brasil Carinhoso no Piauí, enquanto Firmino quer o ?Amor de Tia?.


Wellington diz que Firmino foi à PF

?Quando tem sintonia, podemos fazer mais. Um prefeito alinhado faz o que a presidente quer: enquanto o prefeito poderia fazer sete, oito creches, combinada com a presidente, poderia fazer 50?, afirmou, contando que recebeu uma ligação da presidente esta manhã, na qual Dilma perguntou como estava as eleições, e que estaria interessada na reeleição do atual prefeito. ?Elmano tem uma capacidade de reunir as forças em torno de um projeto, e vejo falarem disse como se fosse algo ruim?, disse o senador.


Wellington diz que Firmino foi à PF

Fonte: Andrê Nascimento