Wilson Martins reúne bancada para afinar seu discurso

Wilson afinou o discurso com a bancada de sustentação do governo na Assembleia Legislativa

As críticas da oposição deverão ser rebatidas agora com dados que foram repassados pelo governador Wilson Martins (PSB) aos parlamentares da base aliada durante a reunião realizada na noite da última quarta-feira, na residência oficial.

Wilson afinou o discurso com a bancada de sustentação do governo na Assembleia Legislativa, apresentou as ações de Governo e as projeções para os próximos meses.

Ele também relacionou projetos em andamento e uma lista de obras que serão inauguradas nos próximos meses.

Entre os presentes no encontro, estavam representantes de todos os partidos aliados, incluindo deputados efetivos licenciados para exercício de cargos no Executivo, como os secretários estaduais de Governo, Wilson Brandão (PSB), de Saúde, Lilian Martins (PSB), de Segurança, Robert Rios (PC do B), de Cidades, Merlong Solano (PT), de Justiça, Henrique Rebelo (PT) e de Defesa Civil, Ubiraci Carvalho (PDT).

Apenas os deputados de oposição, os tucanos Marden Meneses, Firmino Filho e Luciano Nunes, não foram convidados. O demo-crata Edson Ferreira, que na gestão do ex-governador Wellington Dias (PT) integrava a ala da oposição, também participou do encontro.

O chefe do Executivo estadual fez um balanço dos primeiros três meses, enfatizando os esforços para manter o equilíbrio financeiro do estado e o modelo de gestão com con-trole de metas. Ele lembrou que a crise mundial de 2008 ainda tem reflexos sobre a economia brasileira e o Piauí está inserido nesse contexto.

Os resultados citados por Wilson no encontro que durou cerca de duas horas são relacionados ao método - como no caso do modelo de gestão, e também a seleção de gestores nas áreas de saúde e educação, onde o critério básico foi o mérito dos postulantes aos cargos - e às obras físicas.

No mês passado o governador inaugurou obras como a estrada para Lagoa Alegre, a Rodoviária de União, o Luz para Todos e o Espaço Cidadão em Campo Maior.

Nas próximas semanas, obras como a urbanização da Orla de Atalaia, também devem ser entregues. A ponte sobre o rio Poti, entre o Mocambinho e a Pedra Mole estará concluída até junho e terá o uso da iluminação solar. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte