Wilson visita presidentes do TJ-PI e Alepi para reajustar Orçamento

O governador reeleito Wilson Martins (PSB) visita hoje o presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, o desembargador Edvaldo Moura.

O governador reeleito Wilson Martins (PSB) visita hoje o presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, o desembargador Edvaldo Moura. O encontro faz parte da agenda de organização da nova gestão do governador no comando do Palácio de Karnak, a partir do ano que vem. Além da reunião com Edvaldo Moura, Wilson ainda deve se encontrar esta semana com os representantes dos outros Poderes, como o presidente da Assembléia Legislativa do Piauí, o deputado estadual Themístocles Filho (PMDB).

?Foi enviada uma proposta orçamentária para a Assembléia que pode ser modificada, então esses encontros servirão para fazer os últimos ajustes das pendências no Orçamento de cada órgão?, explicou o coordenador de Comunicação do Estado, Fenelon Rocha.

Após o resultado das eleições, o chefe do Executivo estadual viajou para Brasília, onde esteve reunido com os demais governadores eleitos do PSB para avaliar campanha e unir forças em torno da aprovação da emenda 29, que busca uma fonte de financiamento público da Saúde. Wilson aproveitou o fim-de-semana para descansar e na volta ao Piauí já terá pela frente o trabalho de reorganizar a máquina administrativa em uma reunião marcada para esta segunda-feira, 08, com todos os secretários estaduais. Antes de viajar, ele solicitou aos secretários um diagnóstico das obras em execução e das condições financeiras de cada pasta.

Martins pretende iniciar a nova gestão com uma reforma na composição do secretariado, priorizando um perfil técnico no comando das pastas e enquadrando os gastos públicos dentro das receitas do Estado. O secretário estadual de Governo, Tadeu Maia, disse que ainda não é possível avaliar o quanto será necessário enxugar da atual formação administrativa do Estado. O Piauí possui cerca de 40 órgãos que podem ser indicados pessoalmente pelo chefe do Executivo estadual.

Algumas pastas que exercem funções semelhantes poderão ser fundidas enquanto outras devem ser extintas. ?Até dezembro, enviaremos o projeto para a Assembléia Legislativa com as mudanças e entraremos a nova gestão em fevereiro com a questão resolvida?, pontuou Maia. O governador socialista deve implementar uma política semelhante a adotada pelo governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos.

Projetos como o Porto Digital, executado em Pernambuco, já possuem modelos semelhantes nos planos de Wilson para o Piauí, como o projeto ?Piauí Digital?. A ideia é democratizar o acesso à internet no Estado, inserindo as soluções tecnológicas como suporte para o desenvolvimento da economia local. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte