Zé Filho quer ampliar atendimento às mulheres na saúde

Zé Filho quer ampliar atendimento às mulheres na saúde


Candidato à reeleição pelo PMDB, o governador Zé Filho quer ampliar o atendimento às mulheres na rede pública de saúde no Piauí. Para isso, ele defende a implantação da Carreta Saúde da Mulher, que percorrerá as cidades do interior do estado oferecendo serviços de qualidade à população feminina. A criação da Carreta Saúde da Mulher foi uma das propostas apresentadas pelo peemedebista em seu segundo programa no Horário Eleitoral Gratuito. Com esse novo serviço, o candidato à reeleição quer garantir a realização de exames de mamografia, ultrassonografia e colo de útero a mulheres de todos os municípios do estado. “Nós vamos implantar a Carreta da Saúde para dar tratamento digno à mulher piauiense onde ela ainda não tem acesso”, comenta Zé Filho.

Outra proposta do candidato ao Governo do Estado pela coligação Piauí no Coração é a implementação da assistência materno-infantil, especialmente no que diz respeito a pré-natal, parto e puerpério. “Nós vamos aumentar a qualidade e ampliar os serviços. O objetivo é beneficiar principalmente a mulher, que cuida da sua família com tanto esforço e que não tem um plano no sistema público de saúde decente como ela merece e, principalmente, como ela tem direito”, reforça o candidato a vice-governador Silvio Mendes.

Mais investimentos

Quando trata a saúde em âmbito geral, Zé Filho defende uma mudança ampla. “A gente precisa de mais investimentos. Também é necessário mudar o tipo de gestão. É exatamente isso que já estou fazendo como governador”, destaca o peemedebista, que assumiu o Governo do Estado em abril e colocou para funcionar uma central reguladora de leitos para diminuir a superlotação do Hospital Urgência de Teresina (HUT).

A partir de janeiro de 2015, Zé Filho também planeja concluir as obras de ampliação dos 10 hospitais regionais do estado, modernizar a gestão para melhorar o atendimento, fortalecer as coordenadorias regionais e criar do ônibus Saúde nos Olhos (para realizar exames e dar receitas nos municípios do interior piauiense).

 

 

Fonte: Ascom