Político grego que bateu na cara de mulher culpa vítima por ataque

Ilias Kasidiaris, porta-voz do Partido da Aurora Dourada, mantém-se recluso desde quinta-feira (7), quando atacou as duas políticas de esquerda.

O político grego de extrema direita que deu um tapa na cara de uma mulher e jogou água no rosto de outra durante um debate ao vivo na televisão ameaçou neste sábado processar suas vítimas, após acusá-las de terem provocado o ataque.

Ilias Kasidiaris, porta-voz do Partido da Aurora Dourada, mantém-se recluso desde quinta-feira (7), quando atacou as duas políticas de esquerda.

Em comunicado publicado no Facebook neste sábado (9), ele afirmou lamentar por ter se envolvido em um incidente que pode danificar a imagem do partido antes da eleição geral de 17 de junho, mas culpou suas adversárias pelo ataque.

O escândalo aumentou a polêmica de uma eleição que pode decidir se a Grécia vai ficar na zona do euro após cinco anos de grande recessão e pressão pública contra as dolorosas medidas de austeridade exigidas pelos credores internacionais.

O Aurora Dourada, legenda de extrema direita e contra imigrantes, cujo símbolo lembra a suástica nazista, conseguiu 7 por cento dos votos na inconclusiva eleição de maio, entrando no Parlamento pela primeira vez na história ao prometer apoio aos gregos que sofrem com a crise.

Fonte: UOL