Ponte vai trazer melhorias para a população e irá desafogar trânsito na capital

Ponte vai trazer melhorias para a população e irá desafogar trânsito na capital

A obra, orçada em cerca de R$ 65 milhões, compreendendo a ponte e os acessos

Na manhã de ontem (22), uma reunião tratou de mobilidade urbana em Teresina com a apresentação de um projeto que vai beneficiar milhares de pessoas e melhorar o trânsito na capital. Foi apresentado o primeiro produto dos projetos básicos da Ponte da Gil Martins e o executivo das vias de acesso, com previsão de início das obras em 2014.

A reunião aconteceu na Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação da Prefeitura de Teresina (SEMPLAN), e reuniu técnicos da empresa licitada para elaboração do projeto e representantes da Caixa, responsável pelos repasses do recurso para as obras. A previsão de apresentação do projeto definitivo é no dia 31 deste mês para início da licitação.

A obra, orçada em cerca de R$ 65 milhões, compreendendo a ponte e os acessos, faz parte de um conjunto de ações planejadas pela Prefeitura de Teresina na área de mobilidade urbana. A ponte fará a interligação das zonas Sul e Sudeste da capital, interligando as Avenidas Gil Martins e Avenida Francisco de Almeida Neto, melhorando o acesso às duas regiões e desafogando o trânsito, principalmente das pontes Wall Ferraz e Tancredo Neves.

A ponte será de estrutura mista, metálica com concreto armado, vai ter 320 metros de comprimento, três faixas em duplo sentido [três no sentido Sul/Sudeste e três no sentido Sudeste/Sul], ciclovia e passagem para pedestres.

Os acessos à nova ponte também recebem uma atenção especial. A Avenida Cajuína será ampliada, iniciando na rotatória da Ponte Wall Ferraz, finalizando no prolongamento da Avenida José Francisco de Almeida Neto, margeando o rio Poti, funcionando como dique de proteção para resolver problemas críticos de inundações no bairro São Raimundo.

A Avenida Cajuína vai ter vias de 44,80m de largura, três faixas em duplo sentido, um calçadão de seis metros para caminhada e ciclovia. Já a Avenida Gil Martins será ligada à nova ponte por uma via de 32 metros de largura, com três faixas de duplo sentido e ciclofaixa.

Fonte: Jornal Meio Norte