Populares lotam audiência sobre Transnordestina em Eliseu Martins

A audiência faz parte de uma das etapas obrigatórias da execução do projeto

A audi?ncia p?blica sobre a implanta??o da Ferrovia Transnordestina superou as expectativas da organiza??o. O Gin?sio Nossa Senhora de F?tima, em Eliseu Martins, no sul do Piau?, ficou pequeno para tanta gente que compareceu, querendo saber mais sobre esta grande obra. A audi?ncia p?blica foi realizada na ?ltima segunda-feira, dia 27, e faz parte de uma das etapas obrigat?rias da execu??o do projeto. Durante o evento, o Secret?rio Estadual de Transportes, Luciano Paes Landim, disse que o custo com o transporte ferrovi?rio ? 4 vezes menor que o rodovi?rio. ?Hoje ? uma data hist?rica para a regi?o do Gurgu?ia. O Governo do Estado pensa no desenvolvimento regional, e quando faz isso ? com obras de impacto. E n?o se faz desenvolvimento sem transporte. Pretendo voltar muitas vezes aqui em Eliseu Martins para trabalhar e acompanhar a implanta??o da Transnordestina?, afirmou Luciano Paes Landim.

Os objetivos da audi?ncia p?blica foram divulgar informa?es e recolher opini?es, cr?ticas e sugest?es da popula??o envolvida, direta e indiretamente, com o assunto do projeto. Participaram ainda, da audi?ncia p?blica sobre a implanta??o da Ferrovia Transnordestina, representantes do IBAMA, SEMAR ? Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Prefeitura Municipal de Eliseu Martins e os deputados F?bio Novo e Ana Paula.

O que ? a Transnordestina

Transnordestina ? o nome da futura ferrovia de cargas, com 1.728 quil?metros, que ligar? a cidade de Eliseu Martins, no sert?o do Piau?, aos Portos de Suape (PE) e de Pec?m (CE). Fruto de um importante investimento de R$ 5,422 bilh?es, a estrada de ferro ser? o marco da transforma??o socioecon?mica do Nordeste. A Transnordestina percorrer? 420 quil?metros, passando por 19 munic?pios, no trecho que vai de Trindade a Eliseu Martins, nos Estados de Pernambuco e Piau?. Com infra-estrutura moderna, segura e mais veloz, a ferrovia comportar? a passagem, por dia, de at? 8 pares de trem com 104 vag?es cada um, a uma velocidade m?dia de 65 km/h. Assim ser? poss?vel transportar, com efici?ncia e qualidade, cerca de 25 milh?es de toneladas de carga por ano (alimentos, gr?os, min?rios, entre outros).

Os benef?cios para a regi?o

Amplia??o do potencial da Regi?o Nordeste como p?lo de exporta??o e alternativa de escoamento da produ??o agr?cola do Cerrado brasileiro. Instala??o de novas empresas e ind?strias ligadas a setores como o agroneg?cio, minera??o, constru??o civil, log?stica, turismo, cal?ados, m?veis e servi?os. Concretiza??o de novos projetos p?blicos e privados, antes invi?veis por falta de transporte e infra-estrutura adequados. Aquecimento do com?rcio, servi?os e turismo locais.

Mais emprego e renda

A Ferrovia Transnordestina criar? mais de 3 mil empregos diretos, al?m de outras dezenas de milhares de indiretos, durante a sua constru??o. Essas novas oportunidades de trabalho se refletir?o no aumento da renda e da arrecada??o de impostos em todos os munic?pios percorridos pela ferrovia.

Fonte: Assessoria