Sem gratificação, apenas cinco médicos atuam no HUT

Sem gratificação, apenas cinco médicos atuam no HUT

O fato tem gerado muitos constrangimentos e reclamações por parte dos pacientes

Dos trinta médicos que prestam atendimentos no Hospital de Urgência de Teresina(HUT), somente cinco estão realizando atendimentos hospitalares. Informações repassadas à Rede Meio Norte apontam que a causa da redução está na falta de repasse das gratificações da Prefeitura Municipal de Teresina aos profissionais que atuam no hospital.

O fato tem gerado muitos constrangimentos e reclamações por parte dos pacientes, tornando delicada a situação para os casos considerados urgentes e emergentes.

Para o major Lucena, da Companhia Independente de Trânsito(Ciptran), os números de ocorrências no trânsito são aterrorizantes, muito mais do que se possa imaginar, e colaboram para o aumento exponencial da demanda para o HUT. ?É preciso que a sociedade entenda que ela faz parte desse processo?.

Como forma de diminuição das ocorrências o major informa que duas novas operações estão acontecendo nas quartas-feiras; uma, denominada madrugada preventiva; e outra, madrugada segura. Ambas ocorrem das 23h às 05h.

Fonte: Denison Duarte