Prédio é destruído no centro de THE

a memória de Teresina perde espaço ara estacionamentos

Os prédios que deveriam servir de memória para história de Teresina estão desaparecendo. Nesta manhã mais um foi destruído para dá lugar a um estacionamento.

Desta vez foi o prédio, que fica na esquina das Ruas Paissandu e Arlindo Nogueira, onde funcionava o colégio Corujão. O último a ser demolido foi construído a sede do calçadão popular

Fonte: Carolina Durães, Jornal Meio Norte