Prefeito assina ordem para reforma do Mercado do São Joaquim

A obra começa imediatamente e está orçada em R$ 1.410.371,97

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, e o secretário municipal de Planejamento, Washington Bonfim, assinaram hoje (08) a ordem de serviço para o início das obras de reforma e ampliação do Mercado Rui Barbosa, popularmente conhecido como Mercado do São Joaquim, importante ponto de comércio da zona norte da capital. A obra começa imediatamente e está orçada em R$ 1.410.371,97, em recursos próprios da Prefeitura e do PAC II.

A reforma do Mercado do São Joaquim integra o Projeto Lagoas do Norte, que iniciará sua segunda fase em breve. Segundo o secretário Washington Bonfim, essa obra requalificará o comércio na região, proporcionando um espaço mais adequado à exposição dos produtos e visitação de turistas e consumidores em geral.

"Essa obra é extremamente desejada pela população. Alguns permissionários já nem acreditavam mais, mas hoje estamos aqui para cumprir esse compromisso com a população do bairro São Joaquim e de toda zona norte. Uma parte da demora desse início foi decorrente do processo de consulta à população a aos permissionários para encontrarmos uma forma que agradasse à maioria. Essa é a forma que estamos trabalhando por determinação do prefeito Firmino Filho, de consultar as pessoas, de exaurir os debates. O Lagoas do Norte é um grande programa, que muda a realidade da zona norte. É o maior projeto de reforma urbanística de Teresina", afirmou.

Durante a solenidade, o prefeito ressaltou a grandiosidade da obra. De acordo com Firmino Filho, o mercado será praticamente refeito. "Essa é a quarta intervenção na Rui Barbosa que fazemos. Três escolas foram basicamente reconstruídas. O Lagoas do Norte é o maior projeto da Prefeitura de Teresina. A primeira fase já começa a dar resultados. E não são apenas resultados visíveis. Existem aqueles invisíveis, como a drenagem, por exemplo. As chuvas têm sido rigorosas e ouvimos muitas coisas sobre buracos no asfalto, problemas na saúde com as viroses, mas não tivemos nada em relação a drenagem, nada comparado ao passado, em que uma mil, duas mil e até três mil pessoas ficavam desabrigadas. Famílias ficavam em escolas, em creches, abrigadas. E nesse inverno não está acontecendo isso por causa do programa", declarou o prefeito.

Segunda fase

O projeto Lagoas do Norte deverá entrar em breve na sua segunda fase. Segundo o secretário Washington Bonfim, o prefeito estará com representantes do Banco Mundial e depois irá para os Estados Unidos negociar o financiamento desta segunda fase.

Fonte: Prefeitura de Teresina