Prefeito do Rio de Janeiro indenizará famílias das 12 vítimas do massacre dentro de escola em Realengo

Prefeito do Rio de Janeiro indenizará famílias das 12 vítimas do massacre dentro de escola em Realengo

A mãe de uma ds vítimas disse que pretende processar o colégio pelo ocorrido

O prefeito Eduardo Paes decidiu que a prefeitura vai indenizar as famílias das 12 vítimas do massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira , em Realengo, no dia 7 de abril, conforme noticiou Ancelmo Gois em sua coluna do GLOBO . Paes deseja que os moradores tenham assistência jurídica gratuita da Defensoria, com cujos membros já se reuniu para estabelecer parâmetros.

Noeli da Silva Rocha, mãe da menina Mariana Rocha, uma das vítimas, disse na manhã desta quinta-feira que pretende processar o colégio pelo ocorrido. Na reunião na escola, a mãe questionou o diretor como o atirador conseguiu entrar no colégio.

- Uma vez vim aqui na escola trazer um lanche e fui barrada, não me deixaram entrar. Como este atirador, que é um ex-aluno e que não vinha há dez anos conseguiu entrar? Já tenho advogado e vou processar a escola - disse ela.

Após a reunião com a direção e o corpo docente da escola para discutir o reinício das aulas, foi prometido aos pais que um guarda municipal tomará conta do acesso a instituição em todos os turnos. Eles disseram também que o início das atividades na próxima semana terá apenas recreação para as crianças.

- A gente vai bater nessa tecla de reforçar a segurança na escola. É o que eu vim fazer hoje aqui - disse Luciana dos Santos, de 34 anos, que trouxe a filha Giulia Travassos, de 13 anos.

Fonte: O Globo, www.oglobo.com.br