Scooby fará tratamento contra leishmaniose pago por prefeitura

Scooby fará tratamento contra leishmaniose pago por prefeitura

Vira-lata, que havia sido arrastado pelos donos, teve doença atestada

A prefeitura de Campo Grande autorizou que o vira-lata Scooby seja submetido a tratamento contra leishmaniose, segundo informação repassada nesta segunda-feira (30) pelo prefeito Nelson Trad Filho. O animal foi levado do bairro Aero Rancho até o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) no dia 9 de julho, acorrentado e puxado pelos donos, que estavam em uma motocicleta. Os donos foram indiciados por maus-tratos.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Campo Grande informou que o Scooby foi submetido a dois exames que atestaram que ele está com a doença. Na época, o CCZ informou que, caso o resultado do segundo exame fosse positivo, o cachorro seria encaminhado para a eutanásia, conforme normas do Ministério da Saúde.

Em entrevista, o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, informou que autorizou a transferência do animal para uma clínica particular, onde ele passará por tratamento contra a leishmaniose.

Trad Filho explicou que foi procurado pela proprietária da clínica, que é médica veterinária. ?Ela se dispôs a tratar o cachorro e assinou um termo de responsabilidade onde ela se comprometeu a dar os cuidados necessários e garantiu que ele ficaria em um lugar onde não colocaria a vida de outras pessoas em risco?, disse. O nome da veterinária ou da clínica não foram divulgados pela prefeitura.

Ainda segundo o prefeito, a veterinária deve apresentar um relatório quinzenal sobre o tratamento e a evolução do quadro clínico de Scooby. A profissional tem prazo de 90 dias para comprovar os resultados.

Entramos em contato com o Ministério da Saúde solicitando informações sobre o procedimento da prefeitura de Campo Grande. A assessoria informou que está levantando dados sobre o caso e somente irá se pronunciar nesta terça-feira (31).

Fonte: G1