Prefeitura de Teresina fará mutirão nas margens do Poti

A SDU afirma que já tem conhecimento do problema.

Embora a Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), esteja realizando operação que visa minimizar a poluição no rio Poti, desde terça-feira (4) muitas pessoas continuam despejando lixo de forma irregular nas margens do curso de águas, área de proteção ambiental.

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU-Centro/Norte) afirma que já tem conhecimento do problema e que em breve irá realizar um megamutirão de limpeza e ação de conscientização na Avenida Marechal Castelo Branco.

“Vamos intensificar as ações de limpeza em toda a avenida. Ainda não temos um prazo fechado, mas esse mutirão será realizado ainda no mês de agosto”, informa o gerente de Serviços Urbanos da SDU Centro/Norte, Esaú Araújo.

Image title


Na Avenida Marechal Castelo Branco, no trecho onde parte dos teresinenses pratica atividade física diariamente, lixo doméstico é visto com facilidade. Garrafas, resto de comida, sacos plásticos são alguns dos materiais descartados na orla do rio.

A enfermeira Rosana Karla conta que pratica caminhada três vezes por semana e que já presenciou, por várias oportunidades, pessoas jogando lixo no local. “Jogam principalmente garrafas de água mineral”, detalha Rosana.

Esaú alerta que, quem for flagrado jogando lixo no local, será autuado conforme prevê a lei municipal do Lixo Zero. “Nossos fiscais e eu mesmo já vi gente fazendo isso, mas no primeiro momento fizemos ação de conscientização.

Mas a partir de agora vamos começar a notificar essas pessoas”, afirma Esaú. Desde sua implantação, em 2014,o programa Lixo Zero já notificou 238 pessoas. O valor da multa varia entre R$ 112 a R$ 1.100.


Fonte: Pollyana Carvalho e Izabella Pimentel