Ônibus: PMT declara urgência na integração

Ônibus: PMT declara urgência na integração

"Por onde ando, vejo a vontade e a necessidade da população na integração na nossa cidade", afirmou Elmano..

O prefeito de Teresina, Elmano Férrer (PTB), determinou caráter de urgência nos estudos sobre a viabilidade da integração do sistema de transporte público da capital, relata reportagem de Carolina Durães e Raphael Reis, do jornal Meio Norte. Após o término das análises, a implantação dessa integração deverá começar em até, no máximo, dois meses. Para o prefeito, o aumento da tarifa da passagem de ônibus, proposto no relatório final da auditoria realizada nas planilhas de custos das empresas de transporte urbano da capital, de R$ 1,90 para R$ 2,10, só será homologado após a integração.

?Por onde ando, vejo a vontade e a necessidade da população na integração na nossa cidade. É justamente por isso que eu peço que os estudos sobre isso sejam terminados o mais rápido possível. É um compromisso meu com os teresinenses?, afirmou Elmano.

A integração das linhas de ônibus em Teresina já está sendo realizada por etapas, a partir do Plano Diretor de Transportes, de autoria da Prefeitura. Inicialmente foi feita a padronização dos veículos

e agora estão em fase de implantação os passes eletrônicos, etapa necessária para dar continuidade à integração.

De acordo com a superintendente da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS),

Alzenir Porto, já foram apresentados em Brasília os projetos dos futuros terminais de integração e já estão assegurados investimentos da União para a realização das obras. ?Os recursos nos foram garantidos através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade. As obras devem começar tão logo haja a liberação por parte do Governo Federal?, pontuou.

Fonte: Raphael Reis
logomarca do portal meionorte..com