Prefeitura entrega kits escolares e mochilas viram piadas na web

As mochilas chegam a ser maiores que as crianças

O tamanho das mochilas escolares distribuídas a alunos do ensino municipal pela prefeitura de Jequié, localizada na região sudoeste da Bahia, viralizou na internet. Isso porque tanto os alunos dos últimos anos do ensino fundamental 2 como os das creches da cidade, com idades até seis anos, receberam mochilas padronizadas com o mesmo tamanho. Para os estudantes menores, a mochila é tão grande, e os pequenos chegam a caber dentro.

Prefeitura entrega kits escolares e mochilas viram piadas na web
Prefeitura entrega kits escolares e mochilas viram piadas na web


Quase 18 mil alunos da rede pública de ensino receberam as mochilas. Além das mochilas, os kits contêm camisetas e uma espécie de pochete para que os alunos possam guardar materiais como lápis, canetas e borrachas. As camisetas, no entanto, têm o tamanho de acordo com a idade dos alunos.

Prefeitura entrega kits escolares e mochilas viram piadas na web
Prefeitura entrega kits escolares e mochilas viram piadas na web


Em nota, a Secretaria de Educação de Jequié informou que as mochilas distribuídas foram licitadas antes do término das matrículas e, por isso, tiveram que ser padronizadas. Na nota, a secretaria afirma que tomou a atitude de também distribuir as mochilas para os alunos das creches para evitar qualquer tipo de discriminação, principalmente com as crianças menores, "prevalecendo assim o cuidado e a satisfação em ver a alegria das crianças e da família ao receberem as mochilas".

Prefeitura entrega kits escolares e mochilas viram piadas na web
Prefeitura entrega kits escolares e mochilas viram piadas na web


A Secretaria de Educação ainda afirma que entende que "deve prevalecer o bom senso de todos os envolvidos na utilização dos materiais distribuídos, cabendo principalmente aos pais ou responsáveis utilizarem as mochilas para transporte do material das crianças, lembrando ainda que o Ministério da Saúde recomenda que o peso transportado pelo aluno não ultrapasse em mais de 10% do peso da criança", disse, em nota, o secretário de Educação Roberto Gondim.

Fonte: Com informações do G1